• Nova Amargosa FM

Acusado de matar casal de colombianos em Ilhéus é condenado a mais de 22 anos de prisão


O homem acusado de matar o casal de colombianos Andres Aluan Rey e Diana Paola Zuluaga, na cidade de Ilhéus, em maio de 2018, foi condenado a 22 anos e cinco meses de prisão em regime fechado. O julgamento foi realizado na segunda-feira (28), e terminou por volta das 23h.


Ao todo, sete testemunhas de acusação e defesa foram ouvidas no júri popular. Na época do caso, Magno Rodrigues Silva chegou a confessar o crime, e disse ter sido ameaçado pelas vítimas. Segundo a polícia, Andres e Diana faziam agiotagem, e o acusado devia R$ 7 mil ao casal.


No dia do crime, Magno atraiu o casal para o lava a jato dele, com a proposta de pagamento da dívida. Com a ajuda de um funcionário, identificado Cosme Santana, ele levou Andres e Diana para um cemitério na região de Aritaguá, também em Ilhéus.

Chegando lá, Magno atirou no casal e tentou enterrar as vítimas em uma cova rasa, às margens da BA-001, mas a Polícia Militar chegou ao local no momento. Magno e Cosme conseguiram fugir, mas abandonaram o carro na rodovia.


Neste carro estavam os documentos de Magno, o que facilitou a identificação dele pela polícia. Ao ser encontrado, o acusado confessou o crime e relatou a participação do funcionário. Os dois foram presos em 2019 e estavam detidos desde então.

Ainda não há uma data para o julgamento de Cosme, porque a defesa dele pediu desmembramento do juízo de Magno.

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo