• Nova Amargosa FM

Amargosa; Projeto que permitiria parte do comércio como serviço essencial é vetado


A Câmara Municipal de Amargosa realizou sessão ordinária virtual nesta última quinta-feira (18), às 19h, na qual foram aprovados projetos e propostas de indicação que serão encaminhados ao Executivo.

Entretelando foi colocado em votação o projeto de indicação do vereador Júnior Magrão sugerindo que parte do comércio fosse considerado como serviço essencial. O que beneficiaria comerciantes e preservaria muitos empregos na Cidade de Amargosa durante a pandemia. Para surpresa de lojistas e comerciantes, o projeto foi vetado , com voto majoritário dos vereadores da base do PT de Amargosa.


A equipe de reportagem da Amargosa FM, entrou em contato com o Vereador Júnior Magrão que confirmou as informações. O mesmo postou um vídeo em sua rede social esclarecendo os fatos, ( https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=3594006634044825&id=100003065724281 )


Na sessão foram encaminhados ao executivo outros projetos de indicação:

1- Projeto de Indicação nº 004/2021, de autoria dos Vereadores Paulo Santos Rocha, Vera Lúcia Santos Alves e Elisabete Silveira Caldas no sentido de sugerir ao Executivo Municipal a construção de um PSF -Programa de Saúde da Família, no bairro São José.

2- Projeto de Indicação nº 005/2021, de autoria do Vereador Valter Luiz dos Santos, no sentido de sugerir ao Executivo Municipal que a Travessa Jaime Argolo, por se tratar de uma via muito estreita, não seja permitido estacionar.

3- Projeto de Indicação nº 008/2021, de autoria das Vereadoras Viviane Peixoto de Santana e Vera Lúcia Santos Alves, no sentido de sugerir ao Executivo Municipal a implantação do Centro de Referência de Atendimento a Mulher – CRAM.


Da Redação Amargosa FM com informações da Câmara Municipal

135 visualizações0 comentário