• Nova Amargosa FM

CEO da Pfizer diz que quarta dose da vacina será necessária


O presidente da Pfizer, Albert Bourla, comunicou que será provavelmente necessária uma quarta dose da vacina contra a Covid-19 e, possivelmente, um reforço anual do imunizante.


Um pequeno estudo, ainda sem revisão, apontou um aumento de proteção contra a contaminação por Sars-CoV-2 após a quarta dose de vacinas, mas em níveis semelhantes aos observados no pico com a terceira dose. Houve, porém, baixo impacto na prevenção de infecções.

“Pelo que vimos, a quarta dose é necessária. Agora, a proteção que temos pela terceira é bem boa em relação a hospitalizações e mortes. Mas não é tão boa contra infecções e não dura muito tempo. Estamos submetendo esses dados ao FDA (agência americana de drogas e alimentos) e veremos o que os especialistas fora da Pfizer dirão”, contou o CEO da farmacêutica ao programa Face the Nation, da CBS News.


Bourla revelou, ainda, que a empresa trabalha no desenvolvimento de um imunizante contra as atuais variantes, incluindo a ômicron, que proteja por pelo menos um ano, permitindo alcançar algo próximo à rotina que se conhecia antes da pandemia do novo coronavírus.


Em países como Israel, Canadá, Dinamarca e Chile, as quartas doses já são oferecidas. No Brasil, ela é indicada apenas para imunossuprimidos acima de 12 anos. Fonte: A Tarde

38 visualizações0 comentário