• Nova Amargosa FM

Evangélicos fazem carreata para Jesus e shows ‘drive-in’ em SP


Cerca de 10 mil carros participaram da 28ª edição da Marcha Para Jesus, tradicional evento gospel, nesta segunda-feira (2) em São Paulo, segundo os organizadores do evento. Por conta da pandemia, a caminhada, que reuniu mais de 2 milhões de fiéis em 2019, foi substituída por uma carreata que teve início às 14h. O evento conta ainda com um show no formato drive-in no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Zona Norte, que deve seguir até as 22h.


Durante o trajeto, shows e apresentações de pastores evangélicos ocorreram em trios elétricos para manter o distanciamento social e evitar o risco de contágio pelo vírus. Alguns dos veículos que acompanharam o evento foram decorados com bandeiras do Brasil e de igrejas evangélicas.


O evento Carreata Para Jesus também arrecada alimentos para comunidades carentes, além de roupas e itens de higiene. O ponto de arrecadação de doações está localizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), também na Zona Sul, local onde teve início a concentração da carreata. Cerca de 500 voluntários ajudam a organizar os donativos que chegam no estilo drive-thru.


Por questões de segurança e seguindo as recomendações das autoridades para evitar grandes aglomerações, a organização da Marcha para Jesus optou por uma versão em que as pessoas podem acompanhar de dentro de seus carros. Como nas marchas anteriores, representantes de várias denominações participam do evento.

No ano passado, o evento gospel liderado pela Igreja Renascer em Cristo reuniu cerca de 2 milhões de pessoas em uma caminhada que partiu da região da Luz, no Centro, com destino à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira (FEB), perto do Campo de Marte, na Zona Norte.


Além dos carros, a marcha vai contar com seis trios elétricos que levarão bandas para animar o percurso. Na chegada, no Anhembi, haverá um show com nomes da música gospel em formato drive-in. Entre as atrações confirmadas estão Renascer Praise, Mariana Valadão, Juliana Silva, Sarah Bia, Davi Sacer, Leandro Borges, Kemuel, Casa Worship e Ton Carfi.


O evento terá vagas limitadas com apenas 1.500 veículos previamente cadastrados, cada um com quatro pessoas por carro, no máximo.

Para os organizadores, a adaptação do evento tem um grande significado para os fiéis.

“Claro que há uma frustração pelo fato de não podermos todos sair à rua e marchar fisicamente, mas é uma satisfação porque o fato de nós não deixarmos de marchar tem um significado espiritual muito grande”, afirma Estevam Hernandes, da Igreja Renascer. (G1)

7 visualizações0 comentário